Buscar Produtos

Newsletter

Cadastre-se em nossa newsletter
e fique por dentro das novidades.


Acontece

Descubra como usar módulos habitacionais no seu projeto

container-modulo-habitacional

Os módulos habitacionais são estruturas móveis, seguras e muito resistentes. Normalmente na forma de contêineres metálicos, são uma opção prática, barata e sustentável para ter diferentes resultados.

Essa, inclusive, é uma das características mais relevantes: a versatilidade. Com eles, é possível atender a diversas necessidades e em situações variadas. Como resultado, o projeto ganha robustez sem perder em qualidade.

Por isso, veja 4 exemplos de uso desses elementos e entenda como eles podem ajudar.

1. Comércio

Para diminuir os custos com a construção, adaptação e inauguração, uma loja pode investir nos módulos habitacionais para criar o ambiente perfeito.

Um contêiner, por exemplo, é uma opção muito conveniente para ter um espaço acolhedor, seja para vender roupas ou até para servir comida. Com isso, eliminam-se os custos com construção e reforma, sendo necessário, apenas, ter um bom projeto.

Também é muito comum que um comércio precise de mais espaço, conforme ele cresce e alcança mais clientes. Além disso, algumas ações precisam ser executadas de maneira eficiente e econômica.

Os módulos servem para ambos os casos. Eles podem ser aplicados em um espaço como centro de armazenamento de produtos e/ou distribuição, favorecendo a logística. Também são utilizados para criar lojas do tipo pop up, que são móveis e sazonais, diminuindo os gastos.

2. Eventos

No geral, eventos de todos os portes se beneficiam do uso de módulos habitacionais do jeito correto. Eles servem, por exemplo, para abrigar sanitários ou para que as pessoas responsáveis pela organização mantenham um centro de “operações”.

Ainda podem funcionar como centro de imprensa, como aconteceu no maior evento esportivo do mundo, em 2016. Assim, não é preciso construir algo que, após o período de realização, não terá a mesma utilidade.

Para completar, funcionam para setorizar eventos e criar áreas específicas de atendimento aos visitantes e possíveis interessados, por exemplo.

3. Obras e empreendimentos

Durante a execução de uma obra, especialmente as de grande porte como os empreendimentos imobiliários, é fundamental e obrigatório oferecer toda a estrutura para os trabalhadores.

Como o canteiro de obras é um ambiente hostil, o conforto se faz necessário. Ao mesmo tempo, é contraprodutivo construir nesse espaço, já que tudo terá que ser retirado depois.

Os módulos habitacionais surgem, justamente, para resolver vários problemas. Eles podem ser usados como sanitários, áreas de controle e descanso e até criar restaurantes completos com alta capacidade.

Isso centraliza as ações, ajudando a aumentar a produtividade, a motivação e a segurança de todos os envolvidos.

4. Casa

Para completar, os módulos habitacionais também são utilizados na função que seu nome propõe: em residências.

Com um ótimo projeto de arquitetura, design e funcionalidade, é possível usar os módulos e contêineres para construir casas modernas e confortáveis. O aproveitamento das opções empilhadas, por exemplo, facilita construções verticais e que garantem máximo espaço.

Com adaptações de ventilação e iluminação, a estrutura não fica devendo em nada para as de alvenaria, saindo mais baratas e em menor tempo.

Também podem ser usados como ambientes extras no espaço externo, como a criação de um lounge coberto ou até de segunda residência, como para receber visitantes ou para alugar.

Os módulos habitacionais são opções versáteis e que podem atender a várias necessidades, do comércio e eventos a obras e casas. Por isso, vale a pena considerar essa como sendo uma possibilidade acessível e sustentável para o seu próximo projeto.

Para acompanhar tendências e novidades, curta nossa página no Facebook e fique sempre ligado!